Olá amigo,Seja Bem vindo! Hoje é Sábado, 21 de Julho de 2018
 
 
 
  • / Negócio
  • / Tipo
  • / Cidade
  • / Faixa de Preço
 
 
Notícias
 

ESSA É A HORA!

03/07/2017

 

                Nos últimos anos testemunhamos grande desenvolvimento em nossa cidade, principalmente no setor imobiliário e de carona no setor de construção civil.

                No período de dez anos, oito empreendimento imobiliários foram desenvolvidos em Tupi Paulista, fazendo com que toda a população, de todas as classes sociais e financeiras tivessem a oportunidade de adquirir seus terrenos, moradias e oportunidades de investimento.

                Mas será que todos esses empreendimentos realmente atenderam as expectativas da população?

                Sempre será muito bem-vindo, investimentos de qualquer natureza que traga desenvolvimento e sustentabilidade social e ambiental para nossa cidade e região.     

                Tudo tem seu lado positivo e negativo, neste caso, infelizmente existem considerações negativas que devem ser observadas e tratadas com a devida importância, principalmente pelo poder público municipal, seja em qualquer período ou gestão.

                Porém, faz um tempo que vejo pouco ou nenhum interesse do poder público Tupiense, pelo setor imobiliário do município, setor este que gira nossa economia e cria diversas oportunidades de empregos, de forma direta e indireta.

                Dou ênfase que no ano de 2010, foi finalmente criada leis e parâmetros para que os construtores de loteamentos pudessem respeitar tais diretrizes para a implantação de seus devidos empreendimentos.

                Para exemplificar a importância de tais regulamentos, vou citar inicialmente os loteamentos; 

·         Jardim Talismã

·         Jardim Primavera

·          Jardim Santa Clara.

                Muitos dos que adquiriram suas unidades nestes loteamentos,  sofrem com a ausência de parte importante da infraestrutura, principalmente com o asfalto, item fundamental para o tráfego de veículos e de fluxo de água da chuva.

                 Problema esse que só foi resolvido anos após o lançamento do loteamento, depois de insistentes reclamações das famílias que residem por ali. A solução só aconteceu, com a intervenção do poder público, solicitando recursos ao governo do estado, sanando assim, esse grave problema infraestrutural que dificultava a vida dos moradores destes bairros.

                Hoje! Novamente, vejo que a população poderá sofrer, se a atual gestão do município ficar de braços cruzados e não tomar medidas à favor de seus munícipes.

                Refiro-me ao que tange especificamente aos novos empreendimentos imobiliários que teremos pelos próximos meses e anos, serão no mínimo 5, somente nesta gestão.

                Nossos representantes terão uma excelente oportunidade para mostrar sua seriedade e compromisso com nossa cidade. Destacarei três exemplos básicos, que fazem toda a diferença para aqueles que vierem adquirir seus terrenos nestes empreendimentos:

·         TERRAPLANAGEM; Tem vital importância para qualquer construção, principalmente para o desenvolvimento de um novo bairro, onde teremos ruas, guias, calçadas e seus lotes.

Se temos ruas, CALÇADAS e terrenos com problemas, ISSO É DEVIDO A MÁ EXECUÇÃO OU AUSÊNCIA DA TERRAPLANAGEM. Pois nem toda cidade é uma planície!

 

·         PAVIMENTAÇÃO DE RUAS:

Graças ao ministério público local, não é mais permitido o loteamento não ter pavimentação asfaltica, mas, somente isso não basta, pois existem diversos tipos de pavimentação e espessuras exatas para cada tipo de terreno.

Sua qualidade é testada com o tempo e principalmente em períodos chuvosos.
 Quem paga o preço posteriormente, se o asfalto não é de boa qualidade ou foi executado de maneira incorreta?

 

·         MATERIAIS HIDRÁULICOS:
Assim como nossas casas, as estruturas dos novos bairros precisam de materiais hidráulicos adequados e de boa qualidade, pois é assim que a água chega a torneiras e o esgoto é direcionado.
Já se perguntaram o porquê destes bairros terem inúmeros vazamentos de água e esgoto? Pois é... deixo para vocês a reflexão.

                 Essas questões acima ilustram apenas 3 itens básicos de uma série de etapas que existem na incorporação de um novo loteamento. Questões estas que seriam facilmente resolvidas se existissem simples FISCALIZAÇÃO realizada pela própria prefeitura, desde vistorias iniciais, andamento da execução e na qualidade dos materiais empregados em seu empreendimento. 

                Isso deve ser feito antes e durante o desenvolvimento do empreendimento, pois depois do loteamento pronto, faz-se a doação ao município, e o município fica responsável e tem a OBRIGAÇÃO de zelar e manter essas estruturas.

                Mas e a situação financeira atual da prefeitura?  Tem dinheiro sobrando para reparos em infraestrutura da cidade? Pois é... deixo mais uma vez para vossa reflexão.

                O que esperamos, é que os gestores do município tenham mais carinho com a população, pois, somente a prefeitura tem a possibilidade de ver na pratica o que será executado verdadeiramente na estruturação destes empreendimentos.

                Adquirir um terreno é o primeiro passo para a casa própria, talvez o que mais exija o suor do cidadão, há muitas emoções e sonhos envolvidos, para que esses sonhos não se tornem pesadelos, os atuais responsáveis de nossas repartições publicas deverão ser mais cuidadosos na análise e principalmente na fiscalização da execução desses valiosos empreendimentos que nossa cidade tanto precisa.  Se assim o fizer TODOS GANHAM, o empreendedor que investe na cidade, a população que realiza seus sonhos com tranquilidade e as próximas gestões.

Fonte: Renan Monteiro Costa

Mais Notícias Relacionadas

12/06/2018 - CAIXA aumenta cota de financiamento de imóvel usado para servidor público

CAIXA aumenta cota de financiamento de imóvel usado para servidor público

04/11/2017 - O que mudou no FINANCIAMENTO de imóveis da Caixa

O que mudou no FINANCIAMENTO de imóveis da Caixa

28/08/2017 - Mercado imobiliário brasileiro passa por momento mais positivo, indica pesquisa

Mercado imobiliário brasileiro passa por momento mais positivo, indica pesquisa

14/06/2017 - Quais os melhores Bancos para obter o crédito imobiliário, segundo a Proteste

Quais os melhores Bancos para obter o crédito imobiliário, segundo a Proteste

09/01/2017 - Paulistanos fazem adaptações para se acostumar à vida em microapartamentos

Paulistanos fazem adaptações para se acostumar à vida em microapartamentos
 
 
 
 

© Copyright 2011 - Imobiliária Renan Costa - CRECI/SP nº 23382-J

(18)3851-3145 - contato@imobiliariarenancosta.com.br

Av. 9 de Julho, 146 - Tupi Paulista / SP

Site Desenvolvido por:

LeonardoFreitas & Netzee